O que é e como calcular o Ponto de Equilíbrio?

22 ABR

Como o nome sugere, o Ponto de Equilíbrio é o ponto no qual todas as despesas de uma empresa, sendo elas fixas ou variáveis, e suas receitas totais, ficam em total equilíbrio, ou seja, é quando o lucro e o prejuízo estão no zero. Isso significa que, após pagar todas as despesas e não ter mais prejuízo, é quando você sabe o quanto vai lucrar.

 

Os empreendedores que recém estão começando, podem achar esse processo estranho, pois, ao abrir uma empresa, o grande objetivo é ter o máximo de lucro possível. Porém, a fórmula do ponto de equilíbrio não garante o lucro, mas sim, que não existam prejuízos, ou seja, é necessário lucrar o suficiente para pagar todas as contas administrativas.

 

O que são despesas e custos fixos? 

 

São os tipos de gastos que continuam sempre os mesmos, independentemente do volume de produção. Os principais são:

 

- Aluguel;

- IPTU;

- Impostos;

- Salários;

- Serviços de contadores, advogados, seguranças etc;

- Materiais de limpeza, escritório e afins.

 

O que são despesas administrativas variáveis e custos?

 

São gastos que variam dependendo do volume de produção. Os principais são:

 

- Produção de mão de obra;

- Matéria prima;

- Comissões sob vendas;

- Incidente ou acidentes na produção;

- Multas por atrasos.

 

Como calcular o Ponto de Equilíbrio?

 

Existem diversos Pontos de Equilíbrio, mas os principais são:

 

- Contábil: é a fórmula mais simples e usada, pois basta ter uma receita suficiente para cobrir todos os custos e despesas fixas. O cálculo fica assim: Ponto de Equilíbrio Contábil = Custos e Despesas Fixas dividido por Margem de contribuição;

 

- Financeiro: a fórmula é parecida com a Contábil, a única diferença é que no cálculo não é incluso os custos e as despesas fixas, mas sim Custos e despesas não desembolsáveis. Ponto de Equilíbrio Financeiro = Custos e despesas não desembolsáveis dividido por Margem de Contribuição;

 

- Econômico: serve para indicar uma receita que não só cobre os custos e despesas fixas, mas também garante um lucro mínimo que você quer atingir. A fórmula fica assim: Ponto de Equilíbrio Econômico = Custos e Despesas Fixas + Lucro Mínimo dividido por Margem de Contribuição.

Vamos conversar?

Clientes & Parceiros