Quais são as grandes tendências das redes sociais em 2021/2022?

19 AGO

As redes sociais vêm, a cada dia, fazendo mais parte da vida dos usuários. Elas não são utilizadas somente para trocar mensagens ou publicar fotos, os usuários também as usam para consumir informações e entretenimento. Tendo essa percepção, algumas pessoas utilizam as redes sociais para influenciar outros usuários, postando seus conteúdos.

 

Devido à pandemia do Coronavírus, as redes sociais se tornaram verdadeiras ferramentas para o Marketing Digital e muitas empresas perceberam essa situação.

 

Como as redes sociais estão sendo cada vez mais utilizadas, tanto por usuários comuns quanto por empresas, elas estão sempre em constante mudança. Nós separamos as principais tendências das redes sociais para você, que trabalha com a internet, ficar atualizado.

 

A primeira a ser apresentada é o Social Commerce, que basicamente é uma forma de vender seu produto utilizando as redes sociais e explorando seus diversos formatos de mídias, como por exemplo, uma tag de preço no feed do Instagram, nos Stories e no Reels. Outra ferramenta é a live voltada ao comércio, as chamadas Live Commerce, na qual o consumidor consegue acessar o seu catálogo de produtos sem sair da sua live.

 

O próximo passo a ser dado pelas plataformas Instagram, Tik Tok e Pinterest é o Check-out Nativo, que permite que o consumidor compre seus produtos sem sair da rede social, uma das maiores tendências.

 

Vídeos curtos nas verticais são outro recurso e grande tendência. Essa modalidade de mídia foi introduzida pelo Tik Tok, mas já foi adotada pelo Instagram e Youtube, não será de se estranhar que as outras plataformas se adequem para utilizar os vídeos curtos nas verticais, da mesma forma como aconteceu com os Stories, que hoje em dia são utilizados em diversas redes sociais diferentes.

 

Outra tendência, no universo do Social Commerce, é o uso da realidade aumentada. É uma funcionalidade que deve ajudar muitos negócios que trabalham com produtos físicos. Essa funcionalidade permite criar modelos tridimensionais, com os quais é possível que o cliente possa testar e ver o produto ainda no feed.

 

Um bom exemplo, seriam as empresas de cosméticos que lançam um novo produto. Para experimentar a pessoa teria que ligar a câmera frontal do celular ou tablet, e testaria o produto como se fosse um filtro do Instagram. Caso a pessoa tenha gostado, poderia comprar através da própria publicação.

 

É importante perceber que as Redes Sociais não servem somente para fazer branding e awareness da sua marca, mas também para passar a ter preocupação com toda a jornada de compra do seu cliente. Elas não podem ser utilizadas apenas como panfleto e ficar empurrando vendas atrás de vendas. As redes sociais devem ser vistas como um local propício para o cliente, até mesmo para criar um bom relacionamento com ele e transformá-lo em promotor da sua marca.

 

Fontes: Pag Vip e Sebrae

Vamos conversar?

Clientes & Parceiros