O que é o Ponto de Equilíbrio?

08 JUL

Você saberia explicar o que é o Ponto de Equilíbrio? É um indicador que sinaliza sobre a segurança do seu negócio. Além de ser o responsável por indicar a quantidade de vendas necessárias para que as receitas fiquem equiparadas aos custos, ele também tem como função apresentar o momento em que essa equiparação foi atingida. O Ponto de Equilíbrio é considerado uma ferramenta super importante de gestão financeira, cujo objetivo é de identificar o volume mínimo de faturamento a fim de evitar prejuízos.

Agora que você já sabe o que é o Ponto de Equilíbrio, sabe como encontrá-lo? 

Normalmente, é calculado sob a forma de percentual da receita projetada. Quanto menor for o indicador, menos arriscado será o negócio. Logo, quanto menor for o Ponto de Equilíbrio, mais os custos da empresa estão voltados para os custos variáveis, correspondentes à operação, e menos para os custos fixos, correspondentes à manutenção. Dessa forma, a empresa fica mais competitiva e com melhor rentabilidade.

O Ponto de Equilíbrio ainda é divido em três ramificações, sendo elas:

- Contábil: o mais comum utilizado pelas empresas. Sua função é dividir os custos e as despesas fixas pela margem de contribuição, o que resulta na equiparação entre receitas e custos, levando ao lucro;

- Financeiro: semelhante ao contábil, porém, sua diferença é que ele exclui dessa conta as despesas que a empresa não precisa desembolsar, mas que são contabilizadas em um Demonstrativo de Resultados do Exercício;

- Econômico: ele acrescenta o custo de oportunidade, no qual é levado em conta a margem de ganho que uma pessoa teria caso tivesse investido em outro negócio ou até mesmo em um fundo de investimento.

E como, então, fazer esse cálculo?

- Para o Ponto de Equilíbrio Contábil, é preciso calcular o valor total dos custos e despesas fixas mensais e o índice de margem de contribuição.

- Para o Ponto de Equilíbrio Financeiro, é necessário subtrair as despesas e custos fixos das despesas dedutíveis, divididas pela margem de contribuição.

- Por fim, para calcular o Ponto de Equilíbrio Econômico, é preciso acrescentar o valor do custo de oportunidade. Logo, o cálculo fica da seguinte forma: custos e despesas fixas somados ao custo de oportunidade, dividido pela margem de contribuição.

 

Fontes: Sebrae e Treasy

Vamos conversar?

Clientes & Parceiros